Sete clubes participam de reunião do Quarentão de Mogi Mirim 2022

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp

Na noite de terça-feira (8) foi realizada a primeira reunião para o Campeonato Municipal de Futebol Quarentão de Mogi Mirim 2022, promovido pela Sejel (Secretaria de Esporte Juventude e Lazer). O encontro ocorreu no Salão Vermelho da Estação Educação e, de forma democrática, itens foram votados e aprovados pelos dirigentes participantes.


Além de representantes da Sejel, dirigentes de sete clubes estiveram presentes: Bairro Garcez, Esmeralda, Idealiza, Martim Francisco, Santa Cruz, Tucurense e Vila Dias. A previsão é de que a competição tenha início no dia 27 de março.


As equipes voltam a se reunir na terça-feira (15), a partir das 18h. Esta será a data limite para as equipes manifestar interesse em disputar o Quarentão em 2022. Assim, além dos sete times participantes do encontro do dia 8, a entrada no torneio estará em aberto para outras agremiações interessadas.

Será promovido o Congresso Técnico, com a entrega das fichas de inscrição de atleta e a definição do prazo para entrega da relação mínima de atletas inscritos. Caso o campeonato seja fechado em número par de equipes, fazendo com que a primeira fase tenha número ímpar de rodadas (e de jogos por cada time), será realizado um sorteio para definir quais times terão o direito a fazer um jogo a mais na condição de mandante.


REGULAMENTO


Foi apresentada às equipes a proposta de regulamento para a edição deste ano. Os dirigentes puderam pontuar os pontos conflitantes, que foram debatidos, sendo que os mais discutidos foram levados a votação.


Queremos fazer tudo de forma muito democrática, ouvindo os dirigentes. Nos casos em que não há unanimidade, colamos para que a maioria decidisse e assim será”, frisou Wilians Mendes, secretário de Esporte Juventude e Lazer.


Desta forma, a proposta da competição permitir que apenas atletas nascidos até 1982 (ou seja, que, no mínimo, completam 40 anos em 2022). Esmeralda, Idealiza, Bairro Garcez e Tucurense votaram pelo veto a jogadores nascidos a partir de 1983. Vila Dias, Santa Cruz e Martim Francisco foram voto vencido.


Já a proposta para que cada equipe possa inscrever ao menos dois goleiros nascidos até 1987 foi rejeitada pela maioria. Vila Dias, Martim Francisco, Tucurense e Santa Cruz foram contrários à proposta e Esmeralda, Idealiza e Bairro Garcez favoráveis. Desta forma, o artigo será retirado e só será permitida a inscrição de atletas, incluindo goleiros, nascidos até 1982.


Outra proposta debatida foi a permissão para que, por equipe, cinco atletas que não cumpram pelo menos dois de cinco itens que garantem vínculo a Mogi Mirim, os chamados “jogadores de fora”, possam ser inscritos. Santa Cruz, Bairro Garcez, Idealiza, Tucurense e Esmeralda foram favoráveis à proposta e Vila Dias e Martim Francisco votaram contra.